Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fanha sadomasoquista


A fanha foi ao baile, e lá conheceu um cara.
Conversa vai, conversa vem, foram para um motel...
Lá chegando, iniciaram as preliminares e ela disse, com toda sua dificuldade de articulação:
- Vohê habe, eu hosto de apanhar um houco anhes de huder. Enhão, bahe um pouquinho na miha bunha?
O Cara responde:
- Claro, eu te dou umas palmadas nessa tua bundinha gostosa...
Foi um tapa, dois, três... e a fanha diz:
- Bahe mais fohe.
E ele bateu mais forte.
De hovo:
- Bahe mais fohe!!
E o tapa foi maior
- Bahe mais fohe!!!
E toma-lhe palmada.
- Bahe mais fohe!!!
E o cara achou estranho, mas usou toda sua força para um baita tapão no traseiro da fanha e não satisfeito pegou sua sandália Rider, tamanho 44, embaixo da cama e sapecou no traseiro da fanha com toda força que até rasgou a Rider..
Aí, a mulher levanta cambaleando, chorando, pega uma pedaço de papel e uma caneta de sua bolsa e escreve:
"BATE, MAS FODE, PORRA!!!"


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"

   /),,/)
  ( ' , ' )
=(,,)=(,,)=

***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 06/12/2005
Código do texto: T81834

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146149 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 11:45)
Dama De Negro