Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

POR QUE MEU MÉDICO SÓ QUER ME VER INFELIZ?

 Tai uma dúvida que me persegue até hoje:por que meu médico só quer me ver infeliz?
 Nas primeiras consultas, tudo bem, as mil maravilhas...A partir dos resultados dos exames
laboratoriais, tudo mudou. Só porque 'tirei nota
alta"em todos! Na vida tudo que é MAIS é ótimo:
mais amor, mais saúde, mais dinheiro...Mas em resultado de exames, reprovação na certa!
 Invocado, meu médico começou com a fase do NÃO,
que significa tudo que gosto. Já comecei a ficar desconfiada...
 Ah, mas quando ele veio com uma tal de sopa de
abróbrinha, chuchu e agrião,eu me disse:essa não!
 Depois da fase do não, da sopinha (nem sou nenem muito menos desdentada, ora!),veio a fase do desentendimento.Se ele dizia:pode tomar um pouco de Wisky eu já entendia:pode tomar um porre de wiky...pior foi quando ele disse:pode tomar uma cervejinha e entendi;uma dúzia de cervejinha... Foi ai que tudo engrossou! Ele, revoltado, me perguntou:-Mas voce não me entende não? Essa doeu! Velha sim, surda não!
  Mas eu sou uma mulher atenada com meu tempo.
Querendo encontrar um profissional que não me fizesse infeliz, procurei uma nutricionista (e ainda tive que pagar a consulta! Meu plano de saúde é assim:nào quer que eu adoeça mas também não quer que eu tenha saúde, vá se entender!)
 De cara, ao olhar para mim a doutora diz:
- Vamos emagrecer! (vamos? e ela precisa?)
 Passo pela torutra de pesar, medir..Ai ela vem
com uma conversa de "reeducação alimentar"(reeducação? Logo eu? mas sou a pessoa mais educada que existe: gosto e como de um tudo!).
 Mas quando ela vem com uma lista imensa do que
NÃO posso comer e uma mínima do que posso, séria pergunto:- E respirar, eu posso?
 sai de lá chateada. Mas uma pessoa querendo me deixar infeliz...
 Ora, mas qual o especialista que deixa qualquer mulher feliz? O Cirurgião plástico! Consulta marcada, esperança renovada, lá vou eu para mais uma consulta. Imagine um consultório chiquérrimo, uma recepcionista linda como uma modelo de capa de revista (será que vou ficar assim? vou logo pensando), um cafèzinho servido por uma atendente uniformizada e um médico tipo
Henri Castelli? Imaginou? E eu lá, sentada tímidamente, sem saber nem aonde por as mãos...
 Minha vez de ser atendida. Conversa vai,papo agradável e:
- Muito bem minha senhora, tire sua roupa e fique só de sutiã e calcinha (senhora agora, pensei, mas depois uma mocinha!).E ele a apontar:vejamos, vamos diminuir aqui e aqui,que tal uma prótese aqui para dar mais harmonia,um botox nessa ruga de expressão...Nossa, a essa altura já me sentia a propria Gisele Bundechem!
 Minha alegria terminou no momento que ele deu o
preço do "pacote" e em U$!Com a maior cara de pau, e ainda diz:só! Só? se isso é só, o que é muito? E eu sou brasileira, ganho em real, para que preço em dólar? Sai de lá indignada! Ainda bem que tomei o cafèzinho e posso dizer as minhas amigas que tirei a roupa "para o maior pão",não foi verdade?
 Com acerteza absoluta que todos os médicos só queriam me ver infeliz, saí,enchi a cara e fui parar na emergência do hospital. Agora advinhe quem estava lá de plantão? meu médico, que com a maior cara de triunfo, olhou para mim e perguntou:
 - E agora, vai ou nào se cuidar?


 "Apesar de ficção (menos a maldita sopinha...), ofereço ao Dr. Leônidas, excelente médico e ouvinte atencioso."
Frann
Enviado por Frann em 10/12/2005
Código do texto: T83637

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Francy Maia http://recantodasletras.uol.com.br/autores/Frann). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Frann
Fortaleza - Ceará - Brasil, 62 anos
35 textos (3694 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 06:54)
Frann