Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As estrelas do céu

AS ESTRELAS DO CÉU

Assim tão de repente, ela viu a porta do quarto ser fechada.
Sentou-se na cama e vagarosamente começou a vestir a linda camisolinha, toda cheia de babados.
Seus cabelos loiros reluziam a luz do luar que entrava através da janela entreaberta.
Vestiu os chinelinhos foi até a cadeirinha a na frente da cômoda, e pegou seu lindo urso.
Abraçada a ele, sentou-se na cadeirinha e então começou a conversar;
_Oi, Eric não estou com sono ainda, e você?
-Também não, respondeu o urso feliz de estarmos colo da Nana.Assim a chamavam carinhosamente todos na família.
-Fico pensando que as estrelas são lâmpada do céu.
-E aLua, o que é? Perguntou Eric.
-Bem a Lua eu acho que deve ser a lâmpada maior na rua onde Jesus mora-Mas porque na rua onde Jesus nora a lâmpada é maior, perguntou Eric.
-Ora, se nós todos vamos morar com ele uma dia, a casa dele é muito grande!!!e precisa de lâmpada grande!
-É pode ser mesmo, concordou Eric.
Ainda olhando para o céu, Nana diz:
-As nuvens são os carrinhos que levam agente. São tão diferentes...
-Veja Eric, como as lâmpadas estão piscando...
_ E parece que uma caiu?!
-E a Lua esta pela metade!
-Chi i,não estou acreditando na tua estória não...
Disse Eric arregalando os olhos para o céu.
-Pode ser que estragou aluz ora, até aqui em casa acontece!
-Sabe de uma coisa Eric, vamos ficar na janela, quem sabe poderemos dar um passeio até lá e ver de pertinho todo o céu!!!!
Olhando, olhando firme para o céu, Nana disse:
-Veja Eric, são tantas as luzinhas gostaria de ter uma só para nós.
Nisto, descendo, descendo rapidamente do céu, a estrelinha chegou até nana e Erica, no parapeito da janela.
-Veja, Veja! Disse Eric entusiasmado.
Nana imediatamente estendeu a mãozinha e pegou a luzinha que piscava, piscava...
Foi para a cama e sentou-se no meio dela.Antes colocou o Urso sentado no travesseiro pois assim ele ficaria mais alto.
-Veja Eric como brilha!
De repente parou de piscar.
Um clarão encheu a cama de Nana, e de uma portinha da estrela saltou uma menina bem pequenina!
-Puxa é menor do que eu pensou Eric.
-minha Nossa! Dizia nana assustada!
-Não se assustem disse o ser pequenino.
-meu nome é Érica, você me chamou disse olhando para Nana- Eu vim!
-Mas você não é lampadinha, perguntou  nana.
-Não sou lampadinha, disse Erica.
-Você mora no céu?perguntou Eric
-Isso mesmo, lá em cima.
-Ah então conte pra gente como é lá em cima.
-Bem, agora a noite todos estão dormindo como voceis deveriam estar.
-E as estrelinhas são lampadinhas das ruas como pensei?
Perguntou Nana, aflita por querer saber tudo.
-São disse Èrica.
Nossas ruas são todas iluminadas e muito limpinhas.
-Eu não disse, Eu não disse, repetia Nana toda contente.
-Me diga uma coisa, perguntou Nana muito séria.
-Porque as vezes faz um barulho grande e chove bastante?
-porque lá em cima e tudo muito limpo, e todos lavam as ruas. Jogam água nas flores, na grama, então às vezes cai um pouco aqui também.
-Mas e o barulho, perguntou Nana,
-É é o barulho, repetiu Eric.
São trombadas, voceis nunca ouviram o barulho de uma trombada?
-Sim disseram os dois.
-Pois então bate uma nuvem na outra e às vezes uma nuvem bate na outra e às vezes a trombada é muito forte e sai faísca!
-Erica, e a csa de Jesus você conhece?
-Não, não conheço.
-Ora não é a maior de lá? Diz Eric espantado.
-Ouçam bem voceis dois, respondeu Erica.
-Jesus não mora no céu!
-Não...???Disseram os dois ao mesmo tempo.
-Não repetiu Erica.
-ELE mora dentro de nós, e esta com a gente o tempo todo em nosso coração.
-Você quer dizer que Jesus mora dentro de nós?Erica onde?olhando para si mesma surpresa.
-No seu coração, disse Erica.
-No meu coração disse Nana levando a mão ao coração.
-É isso mesmo, vejo que entenderam.
-Agora vou voltar que já é tarde.Vamos dormir, outro dia voltarei e contarei mais.
A porta do quarto foi aberta bem devagar....
-Vejam só dormindo com a janela aberta!
Veja só, o Eric sentado na janela?
Colocou o urso na cadeira, beijou a menina que dormia e saiu de mansinho.
Eric se ajeitou na cadeira e pensou;
-Quem sabe amanhã Erica volta e nos conta mais coisas do céu.
Colocou a mãozinha no coração, fechou os olhos e pensou;
-Vou cuidar para que eu mereça que ELE sempre more em mim...


Marlene B. Cerviglieri
Marlene Cerviglieri
Enviado por Marlene Cerviglieri em 22/05/2006
Código do texto: T160814
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marlene Cerviglieri
Ribeirão Preto - São Paulo - Brasil
151 textos (28008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:14)
Marlene Cerviglieri