Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fabrica de Sonhos

Fabrica de SONHOS!

Procura-se sócio, sócia, capital básico para investimento alto risco, ganhos inestimáveis! Procura-se urgentemente...


Antes de tudo gostaria de apresentar meu sincero pedido de desculpas a todos aqueles que de alguma forma, continuam insistindo em ser adultos em tempo integral, e que não conseguem “sonhar”, mesmo que por alguns momentos!

Sou do tipo desperta, quarenta e oito horas por dia, e o sono não é o meu maior amigo. Isso não significa que eu não tire os meus cochilos momentâneos e me permita sonhar. Não é escapar da realidade do aqui e agora, não, é sonhar mesmo, com tudo ao que se tem direito.

Esta semana, cheguei do trabalho muito animada e convencida comigo mesma em iniciar um empreendimento futuro que me trouxesse em primeiro lugar, mais satisfação em estar viva e respirando. Comentei com meu filho de seis anos, que estive procurando pelo bairro onde moro, na hora do meu almoço, uma pequena casa para alugar, pois pretendia fazer uma fabrica de sonhos. Ao que ele interrompeu: _ Fábrica? De que? De sonhos?
Arranja outra idéia. Em uma fábrica você vai precisar de muitas máquinas, comprar, dinheiro, como vai pagar o aluguel? Você acha o que?
Sonhos não vendem. Ninguém está interessado em comprar sonhos.

Argumentei: Mas posso tentar, não compro muitas máquinas. Vou à Casas Bahia e financio uma pequena para começar. Ele me respondeu: - Então não precisa nem alugar a casa. Coloca a máquina debaixo do puxadinho, ao lado da pia e do tanque. Eu falei: - Não dá, vai ficar apertado. Ele respondeu: - Esta idéia de fabrica de sonhos, só pode ser sua. Mãe, você não entende nada. Deixa eu te explicar.

De repente eu me vi absorvida pela explicação. Parei meu jantar e prestei muita atenção: - Mãe você sabe sonho é horrível, gorduroso, cheio de gordura, escorrendo por todos os lados, a gordura faz mal às pessoas, e ainda por cima tem aquela parte doce, grudenta, ninguém pode comer tanto açúcar de uma vez, se for diabético então vai morrer mais depressa. E também é duas vezes mais gordura, pois o doce vira gordura, você sabe? Olhe para mim, eu não sou obeso, não gosto de açúcar e não chupo nem uma bala. E tem também se você fizer a fabrica, não vai ter aquelas mesinhas onde as pessoas sentam e pedem, o garçom traz o papel escolhe-se e o “caixa” ganha muito dinheiro. Tem que ter refrigelante, guaraná light, água de coco, pastéis de muitos sabores e os joelhos e as coxinhas e as empadas, e também muita gente pode ir criança, velho, adulto, pobre e os cachorros ainda podem esperar com o rabinho abanando o que sobrar... Vai ser muito bom! Mas cuidado, tem que ver direitinho o que vai vender, se tiver perto outro lugar que venda tudo igual, você não vai ganhar dinheiro. Sonhos, nem pensar, além de gordurosos e doces, não vendem... Você pensa que alguém vai comprar sonhos todos os dias? Sonho não é comida boa. Faz mal. Você é que pensa que a sua fabrica vai te dar dinheiro, melhor é continuar no seu emprego dos remédios.

Sorri sem saber se sorria para ele, da idéia que ele tinha dos meus “sonhos” ou da realidade nua e crua. Eu não conseguia enganar nem mesmo meu filho de seis anos, que da maneira dele me deu uma “aula” completa sobre marketing. Fiquei mesmo foi chocada.

Eu conversei com ele brincando sobre a fabrica de sonhos, mas parei e comecei a refletir, Meu filho de seis anos é o espelho da realidade atual. Crianças não se permitem sonhar, quando o fazem, já vem à realidade limitar sua infância, sua criatividade. Lembro-me de minha infância onde os sonhos eram a base para uma escapada da realidade, mas também serviam para arquitetar o futuro, o amanhã. Hoje, tudo vem “pronto, criança, tem acesso a informações infinitas, num curto espaço de tempo, aprendem mais rapidamente, sintetizam mais rapidamente, tudo cada vez mais apressado, num ritmo louco”. Estarão deixando a infância mais cedo, ou somos nós adultos que os estamos levando para a realidade mais cedo, ou tudo junto ou nada disso?

Só sei que vou construir minha fabrica de sonhos, não vai ser Hollywood, mas já estou tomando as providências dentro de mim e ao meu redor para dar uma grande festa de inauguração a fabrica de sonhos. Venha você é meu convidado, tome assento, vamos sonhar. Com açúcar, chocolate ou simplesmente o simples sonho trivial, preparado com amor e carinho na sua cozinha ou nos subterrâneos escondidos e secretos dentro de cada um de nós!


Aradia Rhianon
Enviado por Aradia Rhianon em 22/09/2006
Código do texto: T246747

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Aradia Rhianon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1208 textos (87733 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 03:27)