Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tiquinho de gente

Tiquinho de gente


Chegada ao prezinho
Início de uma carreira,
Longe do colo da mamãe
Perto das brincadeiras.
É a correção motora
Longe da protetora
Fase de novas maneiras.

Respeito ao coleguinha,
As pinturas mal traçadas,
Rabiscos e a saudade
Da mamãe amada.
O vai e vem a correria
É a sacola vazia
No recreio da criançada.

O nome do coleguinha
No escovar dos dentes,
No asseio das coisas
O respeito aos presentes.
Belos ensinamentos
Aprendido no momento
Desses passos inocentes.

A massa colorida
Faz a moldura do momento,
A tia, a professora...
Dão-lhes ensinamentos.
É o futuro da nação
Ali naquele salão
Cheio de contentamento.

É a inquietude a vista
Do sentar na cadeira,
A ansiedade na espera
Da hora da brincadeira.
Os gritos chamando a tia
Para mostrar com alegria
Seus feitos de primeira.

Hora da saída a alegria
No tchau ao amiguinho,
A algazarra no corredor



São vistas com carinho.
Nas costas a sacola
É à saída da escola
É o dia no finalzinho.

É a saudade que fica
Quando estão ausentes,
No local, ecoa os gritos
Daqueles tiquinhos de gente.
Chegam às férias do professor
Que voltarão com vigor
Pra ensinar novamente.

Por Airam Ribeiro
2/12/04







Airam Ribeiro
Enviado por Airam Ribeiro em 30/10/2006
Código do texto: T277324
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Airam Ribeiro
Itanhém - Bahia - Brasil, 68 anos
569 textos (36839 leituras)
21 áudios (2247 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:02)
Airam Ribeiro