Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Os órfãos e as pipas



16.10.06



O menininho soltava pipa num campo e reclamava das condições, que não eram boas.
A menininha o ouviu e disse a ele conhecer um lugar bem melhor, que mostraria a ele se ele quisesse.
Ele aceitou, ela mostrou onde era e ele gostou. Agradeceu e disse que ficaria lá também.
No outro dia se encontraram, e conversaram sobre suas técnicas de empinar pipas, histórias acontecidas, e o dia se passou.
Outro dia, novas histórias, modos de empinar pipas. Mas ele disse à menininha que não soltaria pipas por muito tempo, pois logo se mudaria para longe, e estava muito feliz. A menininha ficou feliz por ele, e continuaram soltando pipa.
Às vezes ele voltava, e empinavam suas pipas, conversavam e se despediam.
Um dia ele veio apenas para dizer que não soltaria pipa, estava triste porque sua nova mamãe não iria mais levá-lo embora para longe. A menininha contou a ele que também era órfã, e estava esperando por sua nova mamãe, que não tinha vindo ainda nem dito quando viria. Escondidinha, ela chorou pela decepção dele, pois ela sentia a dor da espera do que não vinha logo.
Mas no outro dia ele voltou e empinou sua pipa, enquanto contavam histórias das suas mamães que não vinham.
Isso se repetiu nos próximos dias, e ambos, que gostavam de soltar pipas, se convenceram que nada mudaria se eles parassem de empinar suas pipas.
E os dias se sucediam enquanto contavam histórias acontecidas e suas técnicas de empinar pipas.
Os dois órfãos e suas pipas, esperando suas novas mamães chegarem, e enquanto isso iam aprendendo um com o outro suas técnicas e histórias.
Por quanto tempo não sabiam, mas era bom ter alguém ao lado que sentia as mesmas coisas, ambos fazendo o que gostavam, esperando suas novas viagens e vidas chegarem, enquanto trocavam histórias e técnicas de empinar pipas.


(Ao meu querido amigo P., o menininho que comigo "empina pipas". Muito obrigada!)

Edilene Barroso
Enviado por Edilene Barroso em 31/10/2006
Código do texto: T278052

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Edilene Barroso
Campinas - São Paulo - Brasil, 53 anos
192 textos (21460 leituras)
12 áudios (4784 audições)
5 e-livros (337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 10:09)
Edilene Barroso