Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DIPLOMACIA INFANTIL





– Boca de forno....
–  Forno!
As vozes, em uníssonos, saiam dos lábios dos meninos que na minha rua brincavam. O Jôjo, como sempre, deseja ser o líder em qualquer brincadeira. E era ele mesmo quem proferia a solitária voz... e já, em coro, várias crianças obedeciam e, poucos minutos depois já estavam eles decididos a brincar em outra modalidade.
 – Zequinha, João, Pepe e Janjão  vão jogar ao meu lado!
–Ah!...isso não!!! – Protestou Paulinho enquanto continuou:
        – Jôjo, pelo que estou vendo você não sabe brincar. Como vai escolher eles que são maiores... uns cavalos de paus?
        – Claro que sei! Você acha que eu deveria escolher os menores? Os fracotes? Não! Eu não quero perder!!! E eu, por saber brincar, escolhi os maiores.
         – Ah! Mas não é justo!
  As crianças, boquiabertas, pareciam soldadinhos a ouvirem ordens de um general e só observavam o que os dois maiores falavam sem nada entender.
 – Zequinha, você tem quantos anos? – Interrogou-lhe Paulinho.
  Pego de surpresa na interrogação, Zequinha, depois de ser perguntado pela segunda vez, começou a contar os dedinhos e segurou três deles com a mão esquerda.
  – Tá bom, Paulinho, você me convenceu – disse Jôjo.
  Mas Paulinho, ainda tentando demonstrar a  negociação injustiçada ...
   – Lelinho, quantos anos você tem?
   Logo foi ouvida a voz do moleque.
   – Dez!
   – Olhe aí! Ele não é tão novinho assim! – Falou Jôjo como que querendo explicar a sua escolha dos maiores do grupo.
             – Hei, mas por ele não ter crescido muito não vem ao caso...parece só ter cinco anos.
   – Ahhh! Mas não tem não! E ele é bem velhinho...
   – Tudo bem, nessa escolha você venceu.
  – Não quero mais brincar. Nós não queremos mais brincar! O meu grupo vai boicotar.
  – O que é boicotar?
  – Boicotar é.... não sei. ... Mas papai falou que os adultos de terras estranhas fazem isso com os países dos outros quando não concordam com o que eles querem. Boicotar então é não aceitar algo... não concordar com algo, entende?
  – Sim, entendo, mas, como podemos fazer para você não...o quê?
  – O quê o quê?
  – Concordar em não deixar de concordar?
 – Ah, sim! Concordar em não boicotar.
  – Sim, isso!
  – Então é só me deixar escolher o meu grupo.
  – E como você vai escolher seu grupo?
  – Escolhendo os maiores.
  – E como eu fico?
  – Simples: com os menores!
  – Mais ai, eu vou fazer o que você disse....
  – E o que foi que eu disse?
  – Não sei mais o que você disse. Mas você disse sim, mas ... o quê?
 – Bem, é melhor a gente procurar uma maneira mais fácil de brincar...– disse Jôjo.
 – Você tem razão Jôjo! – Concordou Paulinho.
 E Jôjo continuou a fazer o que estava fazendo antes...
 – Boca de forno!!!
 – ... forno... – responderam as vozes em coro.



Este trabalho está registrado na Biblioteca Nacional-RJ
carlos Carregoza
Enviado por carlos Carregoza em 31/10/2006
Código do texto: T278335
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
carlos Carregoza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 53 anos
102 textos (5968 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 13:27)
carlos Carregoza