Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COLI   #  uma gatinha preocupada! 

Coli é uma gatinha muito simpática, amarelinha e com uma faixa branca em torno do pescoço, que se assemelha à uma coleira, talvez daí o nome. 

Ela mora numa casa confortável, com uma família muito atenciosa que a quer muito bem. 

A senhora Clê, dona da casa a mima muito. 

Dispensa todo o carinho possível à gatinha. 

Assiste televisão no colo da dona, dormita no sofá 
e só não dorme na cama com ela, porque o seu 
marido não permite. 

Ela é bem alimentada, vai ao veterinário, toma as 
vacinas, vai ao pet shop, se arruma todinha, sai até com fita no pescoço.

É tratada como se fosse filha da dona Clê. 

Outro dia a família saiu e esqueceram de deixar o 
leite e ração da Coli.

 No principio ela nem ligou. 

Estava preocupada com a ausência das pessoas. 

Com o passar das horas, bateu a fome... 

Procurou por todo canto e nada... 

Nem leitinho e nem ração. 

Até aqueles pedacinhos de carne que sempre 
estavam sobre a pia da cozinha, haviam 
desaparecido. 

E agora?... 

Procurou encontrar alguma coisa ... nada! 

Até as portas dos armários estavam bem fechadas. 

A geladeira onde sempre havia alguma coisa para 
comer era difícil abrir a porta. Arranhou, 
arranhou ... nada!. 

derrubou o lixinho, com a queda, a tampa soltou-se... esperançosa correu para vaculhar .. ó dó, mera e vã ilusão, só havia papéis.

Esgueirou-se pelo vitrô da cozinha e saiu ao 
quintal. 

Viu a hortinha. Alface, salsinha, almeirão, couve, 
uma moita de boldo ( credo... cheiro ruim e gosto 
pior. Não sabia como alguém poderia comer 
aquilo). Mais à frente, uma mangueira, dois 
mamoeiros e um limoeiro. 

Caramba, os gatos são carnívoros. Já havia 
ouvido 

falar em vegetarianismo, mas isso não era assunto para agora. Não iria logo agora, com fome, filosofar sobre o que é ou não mais saudável, o que provoca colesterol ou ácido úrico. 

Sentou-se sobre as patinhas traseiras e pôs-se a 
pensar. 

Olhou para o céu e viu os pássaros. Imaginou 
como eles fariam para se alimentarem. 

Se soubesse voar, procuraria comida. Por que 
voar? 

É que do outro lado do muro havia um cachorro que não suportava gatos. Passar por ali, nem pensar. 

Se saísse à rua, pior ainda. Fora da casa correria 
perigo de vida. 

Estava divagando quando uma rolinha pousou num 
galho da mangueira. 

- Psiu ... Psiu ... 

Ela olhou para a rolinha. 

- Está triste? Perguntou a rolinha. 

- Estou com fome. Respondeu a Coli. 

- Mas você não vive numa casa cercada de todo o 
conforto? 

-Sim, vivo. E Coli contou o que estava 
acontecendo. 

A rolinha respondeu:
- Voces animais domesticados, ao terem tudo às 
mãos e serem bem tratados, se tornam muito 
dependentes , perderam o instinto de preservação 
animal. 

Não sabem mais caçar, não sabem mais se 
defenderem das dificuldades da vida. Mas pelo 
menos têm a comida e o agasalho garantidos. 

-Por que ? Perguntou Coli. 

- Porque nós que temos toda a libedade do mundo, 
temos o direito de ir e ir ao bel prazer, dormimos onde queremos, temos todo o espaço, já estamos 
sofrendo . 

Coli, um tanto surpresa pergunta: 

- Como assim? 

- Tenho conversado com outros pássaros e ouvido 
comentários de outros animais. A situação para 
todos cada dia fica mais preocupante. Dia chegará 
em que muitas espécies desaparecerão da face da Terra. Alguns já estão na lista de extinção. 

Quer uma lista dos nossos problemas? 

Vendo que Coli se calara, a rolinha continua. 

- Os animais tem perdido seu habitat natural e isso 
faz com que migrem para outras áreas, se 
adaptem à novas circunstâncias ou morrem. 

As causas são muitas, entre elas as mais comuns : 


Devastação das florestas; 

Derrubada dos cerrados; 

Queimadas; 

Poluição das águas e do ar; 

Derrubada das matas ciliares; 

Destruição das nascentes; 

Assoreamento dos rios; 

Agrotóxicos; 

Produtos químicos no ar , no solo e na água; 

Herbicidas; 

Fungicidas; 

Inseticidas;

Emissão de poluentes pelas indústrias e carros; 

Esgotos não tratados; 

Lixo urbano; 

Lixo industrial e principalmente radioativo; 

Experiências atômicas; 

Chuva ácida. 

Tudo isso provoca desequilíbrio ecológico, reflete 
no clima ocasionando sêca em certas áreas e 

enchentes em outras; afeta a camada de ozônio e 
consequentemente, aquesce a crosta terreste. 

Coli estava sem fala. 

No seu mundo seguro dentro do lar, não imaginava 
o que poderia estar acontecendo com os outros 
animais. 

Aí, pergunta: 

- E quem é o responsável por tudo isso? 

- O orgulho, a vaidade, a necessidade de poder e a ganância dos homens! 

- O que podemos fazer? 

- Devemos alertar as autoridades, os políticos, os 
empresários, a sociedade como um todo. 

Conscientizar os adultos e educar as crianças. 

- É, tens razão. Vamos pedir para as crianças 
educarem os adultos! 


GDaun
Enviado por GDaun em 11/11/2006
Reeditado em 11/11/2006
Código do texto: T288154

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GDaun
Lupércio - São Paulo - Brasil, 72 anos
653 textos (42994 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:14)
GDaun