Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CANTIGA DE RODA

 
(Insetos)


Baratinha, ó baratinha,
Pra onde tu vais ó danadinha?
- Vou comer as batatinhas
   dos lanches das menininhas.

Traça, tens tu um calendário?
Hoje qual é o teu itinerário?
- Vou roer a camisa do Mário
   que está no cabide do armário.

Pulga, pulguinha saltitante,
Pára de pular por um instante.
Sumiu o pó que vovó punha
Agora vou te pegar à unha.

Formiguinha, ó formiguinha,
Se tu és minha amiguinha
Sai do meu açucareiro,
Volta pro teu formigueiro!

Mosca pequena e asquerosa
De contaminação poderosa,
Pousa em coisas horrorosas,
Por que não pousas só em rosas?

Pernilongo, ó pernilongo,
Por que ferrão tão longo?
- É pra chupar sangue do lombo
  de criança e de boi manso.


16/10/05.

Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 16/10/2005
Reeditado em 21/04/2011
Código do texto: T60093

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (343150 leituras)
19 áudios (10580 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 16:44)
Maria Hilda de Jesus Alão