Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS TRÊS GARRAFINHAS

AS TRÊS GARRAFINHAS
Marília L. Paixão

Três garrafinhas de cerveja estavam sobre a mesa fitando o próprio vazio. As alegrias do ontem já não as serviam.
A manhã olhou bem para elas e não deixou de recriminar a bagunça.
- Bem que vocês podiam ir logo para o lixo! A mesa precisa se preparar para o café da manhã!
As três garrafinhas se entreolharam humildemente. Elas sabiam que a manhã estava certa. Uma delas disse baixinho:
- Não sabemos chegar lá sozinhas.
A manhã um pouco comovida resolveu dar um desconto e ficou pensativa.
Pensou, pensou, foi lá fora e depois voltou.
Façam o seguinte:
- Fiquem meio molinhas, tipo com bastante preguiça e logo que o vento aumentar deixe que ele as derrube no chão. Eu pedi que ele viesse com bastante força, mas se vocês resistirem não adiantará nada! Depois de caídas, vocês deverão rolar pelo chão para bem longe dessa mesa. Nada de ficar uma quebrando a outra! Deverão cair com classe. Não queremos uma bagunça maior ainda!
As garrafinhas concordaram e um pouquinho amedrontadas ficaram esperando o vento.
Esperaram, esperaram e nada do vento forte aparecer. Uma hora veio um ventinho muito levinho que não adiantou nada. Elas continuaram lá de pezinho.
A sorte delas é que a manhã não voltou.
Marília L Paixão
Enviado por Marília L Paixão em 23/08/2007
Reeditado em 25/08/2007
Código do texto: T620115

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Marília L Paixão
Pouso Alegre - Minas Gerais - Brasil
1072 textos (136806 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/08/17 01:24)
Marília L Paixão