Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PARLENDA DO RATO PARA DECLAMAR

Rato, ratão
Morador do porão
Rói de mansinho
O paletó do vizinho.

Rato mofino.
Não fujas menino!
Rato não é valente
Tem medo de gente.

Rato, ratão
Tens lá no porão
Companhia tão boa
A barata em pessoa,
Café e batata baroa.

Corre, corre ratão,
Das migalhas de pão
Do padeiro João,
Olha lá o alçapão!

Rato, ratão
Caiu no barril
De vinho do padre,
Salvo pela comadre

Ficou embriagado
Dormiu o coitado
Todo molhado.

01/09/07.
Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 01/09/2007
Reeditado em 21/03/2011
Código do texto: T634562

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (362386 leituras)
19 áudios (10686 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 18:57)
Maria Hilda de Jesus Alão