Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FESTA DO JARDIM ENCANTADO.



                   Com a chegada da primavera, tradicionalmente naquele jardim acontecia a grande e esperada festa . No Jardim Encantado. As primeiras chuvas já haviam visitado as flores e rosas e elas estavam tão lindas e aveludadas como nunca em qualquer outra estação.

Todas as aves, borboletas, beija-flores, abelhinhas e insetos amigos das flores foram convidados. Todos aguardavam com nsiedade pelo grande dia.

           Tatá era uma pequena lagarta e tinha um grande sonho em sua vida: ir à festa do Jardim Encantado, porém, havia um problema, em breve deveria se recolher ao casulo e não iria dar tempo... A pequena lagarta se entristeceu muito, pois nunca iria realizar seu grande sonho.

  O assunto geral no jardim era a preparação para a festa. As fadas madrinhas das flores as preparavam com esmero, caprichando no perfume, no veludo, no brilho e era uma movimentação só. Os canários ensaiavam as mais belas canções para o evento, os beija-flores e as demais aves se esforçavam para deixar suas penas bem limpinhas e com as cores brilhantes. Mas a tristeza abatia a pequena Tatá e assim, ela foi cumprir o seu destino.

Passaram-se os dias... O sol, patrono da festa apareceu radiante após uma refrescante chuva noturna. O canto dos pássaros com suas diversas melodias anunciavam a chegada do grande dia. A anfitriã, a dona Primavera desfilava em  seu  vestido multicor, muito exuberante. Os canários abrilhantavam a chegada dos ilustres convidados. As variadas rosas e flores destilavam seu perfume pelo ar e ofereciam seu saboroso néctar aos convidados.

    Entre sorrisos e comentários, todos lastimavam a ausência de Tatá: coitada! Não irá realizar seu grande sonho...
  Porém, a fada dos sonhos havia preparado uma grande surpresa para os convidados. Pelo meio do salão, veio adentrado trazendo consigo uma convidada muito especial. Todos voltaram seus olhos para aquela deslumbrante aparição. Nunca haviam visto tanta beleza e um sorriso tão feliz. Era Tatá, que havia se transformado em uma rara borboleta de cor azul cintilante.

A festa agora estava perfeita... Todos aproveitavam ao máximo aqueles momentos tão esperados e todos passaram a acreditar na certeza de que vale a pena sonhar.
oasis
Enviado por oasis em 03/10/2007
Código do texto: T679529

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
oasis
Uberlândia - Minas Gerais - Brasil
77 textos (32006 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 08:40)
oasis