CapaCadastroTextos┴udiosAutoresMuralEscrivaninhaAjuda



Texto

Glub, o peixinho dourado


No fundo do mar vivia um lindo peixinho dourado, o Glub.
Todos os dias ele se reunia com a turminha para brincar.
Glub, era muito alegre e brincalhão, vivia fazendo palhaçadas para chamar atenção.
E todos gostavam muito dele.
Passava os dias na maior felicidade, brincava de esconder e gostava de contar historinhas para a turminha.
A vida para ele era colorida, cercado de amor e carinho.
Numa bela manhã, Glub, foi procurar os seus coleguinhas para brincar, mas todos haviam saído.
Ele estranhou o sumiço dos amigos, voltou para a casa e ficou a esperar por notícias.
O que teria acontecido para todos sumirem assim.
Achou estranho, mas prosseguiu o dia normalmente.
A noitinha, encontrou os seus coleguinhas e ficou sabendo o motivo do sumiço.
Eles contaram para Glub, que tinham ido procurar presentes para o dia das mães.
Glub, tinha esquecido daquela data tão especial e ficou desesperado sem saber o que dar para a sua mãe.
Pensou e resolveu dar uma linda pérola de presente para ela.
Só tinha um problema, ele não podia sair dos limites da cidade pois lá fora tinham muitos perigos, peixes grandes e as pérolas só eram encontradas bem longe dali.
Glub, ficou imaginando na felicidade da sua mãe em receber um presente tão especial.
Não perdeu tempo, resolveu que na manhã seguinte iria procurar a pérola.
Voltou para a casa e foi descansar para estar bem preparado para a sua jornada.
E a manhã chegou,Glub, saiu de casa bem cedinho e não disse nada a ninguém para não estragar a surpresa.
E lá foi ele, com o coração esperançoso e um pouco de medo pois ele iria para um lugar desconhecido e não sabia os perigos que haviam lá fora da cidade.
Glub, nadou, nadou, passou por lugares sombrios, teve que se esconder dos tubarões, mas depois de tanto procurar finalmente encontrou uma linda pérola no fundo do mar.
Glub, ficou tão feliz que nem se deu conta da hora.
Tinha ficado o dia todo procurando o presente e quando chegou na cidade já era noite.
Todos estavam preocupados com o seu sumiço.
Foi uma festa na hora em que ele chegou são e salvo.
Ele teve que contar o motivo da aventura e os lugares por onde passou.
E todos ficaram sabendo da grande surpresa que ele iria fazer para a sua mãe.
Depois do susto, Glub, prometeu nunca mais desobedecer as regras da cidade.
E guardou para sempre aquela aventura no seu coração.
 
Christine...
Christine Fujiwara
Enviado por Christine Fujiwara em 05/10/2007
Código do texto: T681766

Comentários

Sobre a autora
Christine Fujiwara
Florianˇpolis - Santa Catarina - Brasil, 47 anos
435 textos (29401 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - ˙ltima atualização em 28/07/14 13:26)