Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
PURA MALDADE

Entrou no meu quintal,
Correndo como um louco,
Um bicho muito esquisito,
Parecendo estar aflito,
Fugindo de um grande sufoco.

Entrou de porta a dentro,
Pelos fundos da cozinha,
Percebi que no seu rabo,
Um tanto quanto arrastado,
Tinha amarrado, uma linha.

Levei um susto danado,
Pois no rabo do pobre coitado,
Explodiu uma bombinha!
O bicho pulou no meu colo,
Sentado, cai no solo,
Coitada da andorinha...
Estava com as asas cortadas,
As penas no rabo, faltavam,
Que maldade com a bichinha...
Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 16/01/2006
Reeditado em 06/10/2010
Código do texto: T99555
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos de Almeida). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
484 textos (39316 leituras)
60 áudios (6885 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:32)
Carlos Mambucaba