Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
POEMA DE UMA LISTRA SÓ


Comprei um metro de pano,
Para fazer uma camisa,
Uma calça e um paletó,
Pois sei que ele precisa.

Listras estavam no plano,
Popeline, assim eu chamo,
De uma fazenda lisa,
Porém a dúvida maior,
Foi não saber o que fiz,
Pois meu amigo Luiz,
Ocupava uma listra só!

De tão magro que é,
Se deitado ou de pé,
Se de frente ou de perfil,
Se entrou ou se saiu,
Mais um amigo de fé!
Carlos Mambucaba
Enviado por Carlos Mambucaba em 16/01/2006
Reeditado em 06/10/2010
Código do texto: T99726
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Carlos de Almeida). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Mambucaba
Angra dos Reis - Rio de Janeiro - Brasil, 54 anos
484 textos (39319 leituras)
60 áudios (6885 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:21)
Carlos Mambucaba