Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A chave da porta 16 Continuação

Numa noite de sexta feira Bobby estava em seu quarto dormindo, mais estava acontecendo algo com ele, seu rosto estava pálido e suava bastante ele se mexia bastante na cama, Cindy acordou com os gemidos de Bobby e ela voou até sua cama.
__Bobby acorde, acorde porque você esta assim?
Cindy estava preocupada com ele não sabia o que fazer, quando ela coloca sua mão sobre o rosto de Bobby ele começa a falar um nome.
__Mavereck não faça isso!
__O que Bobby fala é o Mavereck o que ele ta fazendo?Acorde Bobby.
__Nãoooooo!
Bobby acordara assustado e com a respiração ofegante, o rosto estava gelado e o pijama ensopado pelo suor, ele ficou olhando assustado para cindy e se levantou olhando para janela.
__Eu tive um pesadelo foi tão real.
__Você tocou no nome de Mavereck, o que você sonhou Bobby?
__Sonhei que Mavereck estava juntando todos os exércitos de Grilis e mais uns monstros enormes de cabeça careca com espadas e alguns com armaduras, todos iam à direção de Mavereck e ele dizia que ia invadir Narak e o reino de Baskar.
__Essa não ele compriu com o que ele disse, Baskar corre perigo esses monstros de cabeça careca são os Ogros, eles são horríveis cruéis à aparência deles não é nada agradável, quando estão com muita fome eles se alimentam de Elfos e principalmente de Cathumans.
__Esses Ogros eles tem algum poder?
__O poder deles são a força que eles têm, eles são capaz de tudo destruir o que eles verem pela frente, até derrubar as casinhas dos pobres Duendes eles odeiam os Duendes que vivem em Narak.
Ela parou de falar quando ouviu um barulho, Bobby se aproximou da porta e abriu um pouco vendo sua mãe na cozinha tomando um copo de leite, ele imediatamente fechou a porta e se sentou na cama.
__Vamos falar mais baixo, minha mãe pode ouvir.
__Sim desculpa, mais Bobby você terá que encontrar a porta de numero 16 o mais rápido possível, antes que seja tarde demais.
Bobby ficou pensativo e teve uma idéia.
__Porque não pensei nisso antes, mas é claro Cindy se arrume que vamos sair.
__Vamos a onde?
__Iremos até a escola procurar pela porta 16.
__Você esta louco, esta muito tarde, não é perigoso?
__É melhor durante a noite não encontra ninguém lá só o segurança mais não tem problema, vamos.
Assim Bobby pegara sua mochila e tirou todo o material deixando só uma lanterna à chave dourada e pena de Ouro que ganhou de Alfar e pediu que Cindy entrasse dentro dela fechando e colocando nas costas,antes que pudesse sair,ele vestiu uma camiseta preta com uma blusa branca por cima dela e uma calça jeans e um tênis surrado e abriu a porta bem devagar vendo se sua mãe ainda estava na cozinha,ele fechou a porta e viu que sua mãe já tinha ido dormir passou pelo quarto dela e viu que a porta estava entre aberta e a viu deitada de lado,ele ficou parado por um momento e se despediu dela dizendo em voz baixa.
__Eu te amo mamãe, logo estarei de volta.
E ele encostou a porta e saiu descendo a escada até chegar à cozinha aproveitou e pegou algumas coisas para comer no caminho, pegara biscoitos barras de chocolate e suco de laranja e colocou dentro da mochila dizendo a Cindy.
__Não coma tudo hein.
__Sim senhor é quer dizer Bobby.
Ele deu lhe um sorriso e novamente fechou a mochila e indo a direção da sala e foi até a porta abriu e sai do lado de fora.
A rua estava deserta o vento batia sobre os galhos de algumas arvores que se encontrava por ali, Bobby seguiu a estrada e viu um barulho de uma coruja no telhado de uma casa, quando a coruja posou numa arvore Bobby levou um susto e Cindy estava se mexendo muito dentro da mochila.
__Cindy não se mecha tanto.
__Ai é uma coruja, eu tenho medo de corujas elas sempre aparecem em Narak e gosta de se alimentar da gente, tenho certeza que ela me encontrou.
__Calma ela não vai lhe fazer mal, eu não vou deixar Cindy fique tranqüila.
Bobby continuou a andar e conseguiu despistar a coruja deixando ela para trás e seguiu caminho andando pela rua até que ele encontra uma bicicleta parada do lado de uma rua encostada na parede de uma casa, ele atravessou a rua rapidamente ele pegou a bicicleta e saiu pedalando até chegar à escola que ficava algumas quadras dali.

Capitulo Seis
A caminho da porta 16.

Bobby tinha chegado à frente da escola, estava silencioso e o portão fechado, ele entrou por um pequeno arbusto e deixou escondido a bicicleta e foi por trás da escola entrando por um portão que ele conhecia muito bem,toda vez que ele via a porta estava sempre aberta,quando ele se aproximou ele torceu para que a porta estive se aberta,ele colocou a mão na maçaneta e girou,ela estava aberta e ele entrou sem fazer nenhum ruído.
A porta dava a passagem dentro do porão da escola onde se guardava coisas antigas ou que não usaria mais, Bobby pegara a lanterna e deixou Cindy sair de dentro dela voando pelo local se sentindo livre.
__Cindy não faça nenhum barulho e fique perto de mim para não se perder.
__Sim Bobby, é melhor eu ficar do seu tamanho assim posso caminhar.
Cindy parou no chão e mexeu de leve as asas e fechou os olhos, seu corpo saia uma luz forte de cor azul e ela começou a ficar no tamanho de Bobby, as asas se encolheram só as orelhas pontudas que ficaram normais.
Bobby e Cindy chegaram ao corredor principal e avistaram a escada onde ficava a biblioteca e os banheiros masculinos e femininos.
__Cindy o lugar onde fica a porta de numero 16 só pode estar no banheiro masculino.
__Porque você acha que aporta esta nesse como você disse?
__Banheiro masculino, eu tenho certeza porque a ultima vez que fui lá eu encontrei uma passagem secreta parecia um buraco negro, e também tinha uns retratos antigos, se eu não me engano eles se mexiam e falavam entre sim.
__Em Narak isso é normal, os retratos se mechem até saião do lugar, me leva lá até este lugar às vezes a porta pode estar no banheiro masculino.
Bobby e Cindy subiram as escadas até chegar o corredor, do lado direito ficava a biblioteca onde Bobby encontrou o livro pela primeira vez e mais a frente no lado esquerdo ficava o banheiro masculino, os dois pararam no meio do corredor e Bobby começou a falar.
__Cindy lá fica a biblioteca.
__O que é uma biblioteca é de comer?
Bobby deu uma risada e respondeu.
__Não é de comer, é um lugar onde ficam os livros, muitos livros para pessoas lerem e estudar fazer suas pesquisas e foi lá que encontrei o livro de capa marrom.

LucianaMMiyagi
Enviado por LucianaMMiyagi em 04/12/2007
Código do texto: T765149

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
LucianaMMiyagi
Taguaí - São Paulo - Brasil, 33 anos
31 textos (1715 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 14:31)
LucianaMMiyagi