Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

COMO DEUS QUER




Não há nada nesse mundo que não se pareça com o que já foi /
A sandália lá no asfalto já brilhou no alto do lombo do boi /
E o minério que dormia hoje é estrela guia em pura explosão /
E o relógio de uma bomba já foi batimento de pura emoção...

Vem cantar / não deixe prá depois /
O amor tem fome como quem não tem nome
quer feijão com arroz...

Vem cantar / é só uma canção /
Despida / nua e crua /
Sabor e tempero vem do coração...

De braços dados já seguimos a mesma canção /
Já imaginamos não haver fronteiras não...

Não há nada nesse mundo que não se pareça com o que já é /
A descrença virou muro lá naquele mundo que vive dá fé /
Das entranhas da montanha brota a cria estranha de um Maomé /
Nosso povo em paraíso guarde seu juízo que é como Deus quer..

Não há nada nesse mundo que não se pareça com o que será /
Pois o muito que se tem é o tanto que se deu /
O quanto se terá /
Nem a sede bebe areia / nem fogo se ateia no ventre do mar /
Já é hora / já é tempo dessa raça estranha aprender a amar.

Preto Moreno





Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 17/03/2006
Reeditado em 08/04/2006
Código do texto: T124441

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6768 textos (102472 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:36)