Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DOCE ILUSÃO

Coração, coração,
deita as águas do teu rio no meu mar...
Ilusão, ilusão,
deixa o amor em águas calmas navegar...

Deixei de escrever um verso pra quem ia
buscar na madrugada a fantasia
pra passar a noite nos braços do meu amor...

E tudo o que senti, e tudo o que sonhei,
nenhum poeta é capaz de dizer,
na madrugada já passei...

Deixei de usar meu terno nesse dia,
e fui de peito aberto e quem me via
desejou estar por um momento em meu lugar...

E a lua sobre ela, e os seios na janela,
nenhum profeta é capaz de dizer,
essa visão um dia eu pude ter...

Ah...meu coração, que sabe o que lhe convém,
ah...doce ilusão que nada, nada detém...


Preto Moreno




Preto Moreno
Enviado por Preto Moreno em 04/04/2006
Reeditado em 08/04/2006
Código do texto: T133591

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Orivaldo Grandizoli). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Preto Moreno
São José do Rio Preto - São Paulo - Brasil
6777 textos (102521 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:30)