Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMIGOS DE VERDADE

Nada quero te pedir em troca do meu carinho
Aprendi que nesta estrada é um caso complicado
Amar sem ser amado; o vento que sopra ai
Sopra aqui também, ser amigo dos amigos
A vida flui tranqüila e a gente vive muito bem.

Amores vão e vêm como chuva e vendaval
Caem, escorrem no telhado, deixam o peito magoado
Coração a mais de cem.

Amores vão e vêm como chuva e vendaval
Alternando a emoção, arrancam lágrimas dos olhos
Escorrem no rosto machucando o coração.

Nada quero te pedir em troca do meu olhar
Se quiser me dar eu quero teu sorriso alegre
De amigo pra me consolar; no mundo do faz de contas
Já me cansei de viver, quero só sinceridade
Dum amigo de verdade pra poder sobreviver.

Amores vão e vêm como chuva e vendaval
Caem, escorrem no telhado, deixam o peito magoado
Coração a mais de cem.

Amores vão e vêm como chuva e vendaval
Alternando a emoção, arrancam lágrimas dos olhos
Escorrem no rosto machucando o coração.



R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 30/04/2006
Reeditado em 30/04/2006
Código do texto: T148055
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3128 textos (79553 leituras)
2 e-livros (393 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 12:30)
R J Cardoso