Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto


AS ROSAS NÃO FALAM
Composição: Cartola 

Bate outra vez
Com esperanças o meu coração
Pois já vai terminando o verão enfim

Volto ao jardim
Na certeza que devo chorar
Pois bem sei que não queres voltar para mim

Queixo-me às rosas, mas que bobagem
As rosas não falam
Simplesmente as rosas exalam

O perfume que roubam de ti

Devias vir
Para ver os meus olhos tristonhos
E, quem sabe, sonhava meus sonhos
Por fim. 


Obrigado Rosa Pena, por contar-nos a história:

As Rosas não Falam....-História da vida de Cartola..// ..."Dona Zica, mulher de Cartola, ganhou umas mudas de roseiras e as plantou no jardim tão logo chegou em casa. Tempos depois, pela manhã, Zica abriu a porta e extasiou-se diante da quantidade de rosas desabrochadas. Chamou: --Cartola, vem ver! Por que é que nasceu tanta rosa assim, Cartola? --Não sei, Zica. As rosas não falam... Cartola ficou com a frase na cabeça, remoendo,. Pegou no violão e a música brotou. Inteira. Faltavam três dias para ele completar 67 anos. As rosas não falam foi o presente que disse que deu a si mesmo naquele aniversário." (Rosa Pena)


Maurélio Machado
Enviado por Maurélio Machado em 03/05/2006
Reeditado em 20/05/2009
Código do texto: T149520
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maurélio Machado
São Bento do Sul - Santa Catarina - Brasil
7710 textos (1652165 leituras)
2 áudios (1128 audições)
88 e-livros (6117 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 12:30)
Maurélio Machado