Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

OSSINHO

Minha paródia para a música SOZINHO do Peninha:


As vezes no silêncio da casinha
eu fico imaginando você...
Eu fico ali suando e tremendo juntando
o susto, o medo e o pavor...

Por que você me deixa tão preso?
Por que você não desgruda de mim?
Tô me sentindo muito pulguento...

Não sou nem quero ser o seu cachorro
se bem um ossinho às vezes cai bem...
Eu tenho os minhas vacinas e corro
não lato pra você e nem vem!

Porque você não me esquece
e me erra?
Vai se interessar por alguém!
E vê se de repente me perde!

Quando a gente tem pulga é claro que a gente coça
fala que me odeia só que me dá ração toda hora...
Ou você é folgada ou não se toca mesmo...
Quando você vai embora???
Wilson Madrid
Enviado por Wilson Madrid em 16/05/2006
Reeditado em 15/11/2014
Código do texto: T157050
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wilson Madrid
São Paulo - São Paulo - Brasil
1765 textos (105916 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 15:44)
Wilson Madrid