Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aonde vai parar?

É difícil pensar em paz, quando o mundo conspira a guerra.
Matar pra sobreviver?
Os animais fazem por instinto, os humanos por prazer.
Até quando ficar lutando em vão?
Até quando lutar por paz e união?

Eu sei que o mundo é esse.
Foi assim que eu cresci e assim que sobrevivi
Mas pros meus filhos, quero um outro mundo
Mundo de paz, harmonia e felicidade
Complicado explicar, pior ainda, é entender
Se os “fortão” não conseguem, quem diria eu

É difícil pensar em paz, quando o mundo conspira a guerra.
Matar pra sobreviver?
Os animais fazem por instinto, os humanos por prazer.
Até quando ficar lutando em vão?
Até quando lutar por paz e união?

Lutar de cabeça erguida, esse é meu objetivo.
Ensinar a paz, para aqueles inocentes que não sabem o que fazer.
Praticar o que aprendi durante minha vida.
Fazer o bem ao próximo, que Ele te retribui em dobro.
Deseje o mal ao próximo, e isso voltará pra você.

Sempre tentei plantar o bem no coração dos inimigos
Mesmo que estes tenham desejado o mal para mim
Sei que um dia, todos vão perceber que fazer o mal
Não leva ninguém a lugar nenhum
A não ser ao caminho infinito de tristeza, mágoa e solidão

É difícil pensar em paz, quando o mundo conspira a guerra.
Matar pra sobreviver?
Os animais fazem por instinto, os humanos por prazer.
Até quando ficar lutando em vão?
Até quando lutar por paz e união?

Guerra por tudo, guerra no mundo.
Guerra nas favelas, guerra no subúrbio.
Guerra na política, guerra na polícia.
Guerra dentro das casas, guerra nas ruas da cidade.
O pânico foi lançado e a população se isolou.

Todos que um dia fizeram o bem esperando a paz.
Hoje estão desiludidos e inconformados.
Esse sentimento ninguém compra, vende ou negocia.
Esse sentimento planta a violência e a guerra se inicia.

É difícil pensar em paz, quando o mundo conspira a guerra.
Matar pra sobreviver?
Os animais fazem por instinto, os humanos por prazer.
Até quando ficar lutando em vão?
Até quando lutar por paz e união?

Samantha Valdívia
Enviado por Samantha Valdívia em 25/05/2006
Código do texto: T162658

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Samantha Valdívia). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Samantha Valdívia
Guarujá - São Paulo - Brasil, 31 anos
71 textos (5321 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:47)
Samantha Valdívia