Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Anjo Mau (Lynx)

Um anjo malvado cruzou seu caminho
nada que o falassem o faria voltar
o seu coração batia forte por ela
suas lágrimas secaram tornado-o de pedra

Sozinho no deserto
ele não sabe pra aonde ir
sem ninguém por perto,
não há nada por aqui

Mãos erguidas aos céus
implorando por resposta
o silêncio recái
como um peso em suas costas

Um anjo malvado cruzou seu caminho
nada que o falassem o faria voltar
o seu coração batia forte por ela
suas lágrimas secaram tornado-o de pedra

Quer achar um lugar
onde finalmente possa descançar
não há coragem sem medo
não existe acerto sem o erro

Ele vê cores diferentes
nas nuvens e trovões
o Sol congela seus dedos
e ele quer explicações

Está perdido num lugar
onde ele mesmo procurou
Está sem seus amigos
porque por ela, ele os deixou

Um anjo malvado cruzou seu caminho
nada que o falassem o faria voltar
o seu coração batia forte por ela
suas lágrimas secaram tornado-o de pedra

Nada além de lembranças pra levar
na memória elas só fazem, lhe torturar
quer achar um lugar
onde finalmente possa descançar

Ele está começando a entender
que não deve se culpar pelo o que aconteceu
não há coragem sem medo
não existe acerto sem o erro

(Parceria com Cláudio Miranda)
Augusto Sapienza
Enviado por Augusto Sapienza em 29/05/2006
Reeditado em 29/05/2006
Código do texto: T165077

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Augusto Sapienza
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 33 anos
52 textos (2158 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 07:51)