Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Complicado

Não quero andar no acostamento desta estrada
Vendo as paisagens passando por mim
Pareço estar na direção errada
Vou e as coisas voltam para donde vim
Os ponteiros marcam sempre as mesmas horas
Ontem era dia quando percebi
A noite vem e ainda estou dormindo
Quando chega acabei de sair
INCERTO,  CERTEZA  QUE NADA SEI
Tento explicar, nem sei direito
Estou ou não, ser ou não ser
Finjo então entender tudo
Tudo que nem mesmo sei  como  dizer
Sei que o mundo é confuso e complicado
E a solução do problema está na raiz
O princípio de uma era em atraso
 A equação que deixou de existir
INCERTO, CERTEZA QUE NADA SEI
betobento
Enviado por betobento em 30/05/2006
Código do texto: T166007
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
betobento
Salesópolis - São Paulo - Brasil, 44 anos
17 textos (1061 leituras)
6 áudios (358 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:36)
betobento