Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O cego

Eu não preciso ter olhos para ver além da escuridão
Eu enxergo bem sozinho...enxergo bem no meu caminho...
O quanto cego um homem pode ser para enxerga sua solidão?
Eu enxergo o meu caminho....enxergo bem sozinho...

Já enxerguei a claridade de tão perto que me ceguei
E não sei ao certo se era isso o que eu tinha que ver...
Já chorei pela felicidade no deserto que me desertei
E não sei ao certo se era isso o que eu devia fazer....

Quanto cego eu posso estar até conseguir me enxergar?
Ou o que eu posso ser quando nem consigo me ver?

Eu não preciso de olhos para sair da escuridão
Eu enxergo bem sozinho....enxergo bem sozinho...

Já enxerguei a claridade de tão perto que me ceguei
E não sei ao certo se era isso o que eu tinha que ver...
Já chorei pela felicidade no deserto que me desertei
E não sei ao certo se era isso o que eu devia fazer....

Quanto cego eu posso estar até conseguir me enxergar?
Ou o que eu posso ser quando nem consigo me ver?
Maycon Batestin
Enviado por Maycon Batestin em 04/07/2006
Código do texto: T187252
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maycon Batestin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
2634 textos (106060 leituras)
3 e-livros (207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 13:59)
Maycon Batestin