Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Cinco segundos relatados

Barulho, escuro
Razão de médio alcance
A porta que se range
A fuga pra vingar
 
Simulo, pressinto
Se penso, logo existo
Fração de céu no brilho
Pisca seu olhar
 
Prossigo, a vida corre
A mágoa chega bem depressa
Respiro e pauso a conversa
Mal visto em seu quintal
 
Sozinho, pensando
Um filme B passando
Um quarto e um ser humano...

Mudando de assunto, temo ver passar
Longe daqui, causando o fim
Temo rodear aquilo que sonhei
Para ser sincero preciso é de paz

Tento ir depressa,mas a pressa que me move eu não conheço
Vou bater na porta que separa o sufoco do ar fresco
Essa é a meia culpa semi-herdada,
concentrada, dos meus atos

Barulho e um susto
Sonhando acordado
Ninguém está ao meu lado
E tudo é muito mal

Afogo meu erro
Com uma colher de sopa
Atiro à queima roupa
E adoço que meu café

Transpiro, um Sol explode
Isso é a  raiva que visita
Indica uma história escrita
Um destino mordaz  (não!)

As pernas que me movem
Cadenciaram minha a pressa
Cinco segundos relatados
Mal contados, mal lembrados
Circulando pelo  espaço


OBS > Música composta entre janeiro e julho por mim para a minha banda VIDEODROME
Michell Niero
Enviado por Michell Niero em 30/07/2006
Código do texto: T205581
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Michell Niero
Osasco - São Paulo - Brasil, 31 anos
37 textos (3065 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 07:53)
Michell Niero