Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Aborto

A patricinha pergunta diante do espelho:
"-Amor, vou de azul ou de vermelho?"
Pra ela o mundo é lindo, é completo,
Ela não sabe ainda, mas no seu ventre tem um feto...
Mais pobre inocente qu enão vai nascer,
"-Talvez seja melhor, assim não vai sofrer..."
Declarou o pai tentando explicar
Pra jovem mãezinha que o remédio é abortar...

REFRÃO
Aí galera essa é a mensagem,
Eu sei que é duro mas é a realidade,
Tem gente que acha que aborto é o caminho,
Tem gente que prefere ser covarde!

Aqule bebê queria ter nascido,
Talvez fosse um médico, talvez um bom marido,
Teria uma família, mas foi morto por capricjo,
Seu destino todos sabem,
Ele foi é para o lixo.
Só mais um que morreu inocente,
Pagou por um pecado que não foi seu,
Nasceu de um ato inconseqüente,
O seu futuro, não foi ele que escolheu.

REFRÃO

Você que é médico e comete esse crime,
Na sua cabeça vai passar um filme,
Uma vida inteira cheia de diversão,
Uma família linda, muito amor no coração,
O filho único, sempre muito amado,
Mas e se sua mãe tivesse abortado?
Você seria mais um feto inocente a morrer,
Privado até do prazer de escolher.

REFRÃO

A patricinha cresceu, ficou inteligente,
Agora també se porta como gente,
Aprendeu que inconseqüência nunca é legal,
Cansou de ser uma garotinha do mal,
Hoje ela está grávida e sabe o que vai fazer,
Vai dar a esse feto o direito de viver!!!!
Taynná Monteiro Gripp
Enviado por Taynná Monteiro Gripp em 22/08/2006
Código do texto: T222711
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Taynná Monteiro Gripp
Alto Jequitibá - Minas Gerais - Brasil, 27 anos
94 textos (11256 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:07)
Taynná Monteiro Gripp