Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
Fim do Mundo Amoroso
Arranjos de Luis Pingüim, melodia e letra de Rônaldy Lemos


o que estou fazendo aqui?
no alto da minha mente e sem meu chão
tudo não foi em vão ate que eu prove a você

que isso tudo vai sair de nós uma hora
sem qualquer rastro de solidão

não levante a cristaleira
deixe os cacos
eu uso luvas mais finas que o meu próprio ar
e na porta da saída
marcas de amor
me fazem ver que então eu te perdi de vez


eu realmente espero que você não tenha se perdido por ai
como um cão sem dono
e que finalmente tenha encontrado respostas
e diga porque tudo
tudo acabou

não carregue tantas coisas
sei que em breve você volta com as pernas por entre as mãos
eu espero que não tenha profanado teu corpo
que eu ajudei a manter com tanto amor


talvez eu não tenha pra te dizer
pra voltar a me recolher
em minhas mágoas no sofá
nas paredes em que vivi
então de noite eu me recolho em mim mesmo
pra nem sentir o meu ar
como uma concha
que não se abre!

não levante a cristaleira
deixe os cacos
eu uso luvas mais finas que o meu próprio ar
e na porta da saída
marcas de amor
me fazem ver que então eu te perdi de vez


você e eu não somos iguais
então aprenda a nos dar valor
eu te dei tanto da minha Luz
mas você escolheu andar assim
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 24/08/2006
Código do texto: T224143
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70519 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:23)
Rônaldy Lemos