Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Delicadeza

Pensei que ilusões seriam
pequenos potes de veneno,
sofrimento ameno
como chuva em fevereiro.

Espero entardecer
e as flores que em silencio choram,
decoram o meu sofrer
de viver em paz.

Fiz por entender,
mas por acaso o nosso caso
é bem carente de lembranças
de manhãs ensolaradas.

Espero entardecer
e as flores que em silencio choram,
decoram o meu sofrer
de viver em paz...



"Delicadeza" foi feita a quatro mãos, com o parceiro Tiago Inforzato.
Nevilton de Alencar
Enviado por Nevilton de Alencar em 14/09/2006
Código do texto: T240457

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Nevilton de Alencar
Umuarama - Paraná - Brasil, 30 anos
34 textos (1519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:29)
Nevilton de Alencar