Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Redoma

Eu senti o céu por poucas horas
E o seu vento me entorpeceu.
Eu soltei minhas asas e sem demora
Eu quero agora o apogeu.

Fiz desenhos em nuvens
Carreguei a chuva
E ela mora agora
No meu coração

Que volte o vento a soprar
Pois um pássaro tem que voar.
Que volte o céu a se mostrar
Que o seu azul venha brilhar de emoção, de emoção.
Quero as estrelas contemplar, quero  na lua me deitar
Pois meu instinto é voar, voar.

Eu já pertenci ao celeste azul,
E o seu vento me aqueceu.
Agora na redoma não solto minhas asas
E o meu voar se esqueceu.
Fi
Enviado por Fi em 16/09/2006
Código do texto: T241778
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Fi
São Paulo - São Paulo - Brasil
36 textos (2101 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:59)
Fi