Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
“me deixem ser quem sou”


toda a hora você tem que mudar
você é tão suprimido pelo tempo que nem se da conta
as pessoas te fazem mal e você já se a costumou a isso
um cão não receberia tantas palavras maliciosas
talvez ele não seja digno disso

ai se eu pudesse voar sem pagar nenhuma divida
ai se eu pudesse cometer crimes sem ser punido
ai se eu pudesse transgredir minhas próprias regras
ai se eu pudesse insultar todos sem ter que me defender depois
eu estaria livre para por minha cabeça a frente de todos
e quem sabe ajudar alguém com minhas idéias
se é que estão aptos a recebe-las


as vezes eu canso de me arrumar todas as vezes em que tenho compromisso
queria sair pelado e despenteado
e que se escandalizassem as senhoras de idade
porque elas já cometeram pecados em sua vida também
e que as autoridades me prendessem
revelando ainda mais sua falsa moral
sua falsa moral...


eu ainda vou sair por ai berrando feito louco
vou dizer aos 4 ventos tudo o que penso
quero que alguém venha para me perturbar
lhe direi boas verdades, doa a quem doer
seja aos meus amigos ou aos meus entes queridos
passem vergonha os que me conheceram,
meus primos ou meus avós
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 23/09/2006
Código do texto: T247713
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70511 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 04:20)
Rônaldy Lemos