Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
“o velho”


o velho deitado em sua cadeira olhava para o teto
pensava em tudo o que lhe aconteceu
na vida de juventude
nas coisas que se passaram no tempo que se perdeu
o velho já sem forças cuidava de suas flores
olhava pelos seus netos que não lhe davam a mínima
um dia sentado em baixo de uma arvore
ele teve uma visão
Juliana o seu amor

o velho percebeu que era o seu primeiro amor
quem viera lhe visitar naquela tarde tão fria

o velho descobriu que no fim da sua vida
todos os amores lhe vieram visitar
o velho descobriu que no fim da sua vida
ele ainda amava todas que já conheceu (2x)

o velho olhava suas fotos de criança
no tempo em que sorria sem medo de começar
ele viu que já não tinha mais tempo
de mudar seus costumes
na rua ninguém o via
como o viam há 30 anos atrás

o velho agora não tem a beleza que ele tinha
nem o calor de suas mãos a tocar
alguém que estivesse disposto a lhe amar
como uma garota cheia de amor pra dar (1x)

o velho contente descia a ladeira
mulheres olhavam seus cabelos ainda revoltos
seus lábios vermelhos de quem beijou por amor

o velho descobriu que no fim da sua vida
todos os amores lhe vieram visitar
o velho descobriu que no fim da sua vida
ela ainda amava todas que já conheceu

o velho descobriu que ainda podia amar
se soubesse olhar o mundo com outros olhos

lá lá lá lá lá lá lá lá...
Rônaldy Lemos
Enviado por Rônaldy Lemos em 01/10/2006
Código do texto: T253846
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Rônaldy Lemos
Florianópolis - Santa Catarina - Brasil, 34 anos
1173 textos (70526 leituras)
70 áudios (455 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 01:55)
Rônaldy Lemos