Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma visão sobre o fim dos tempos

E pela janela de meu quarto
por entre grades e mentiras...
Eu pude ver o inferno
numa paisagem futurista
E Com um ticket certo
minha passagem estava garantida
Cavalos alados
Anjos demoníacos
Eu olhei ao meu lado
E não reconheci o paraíso
Havia então uma ultima questão
já que o inferno era o paraíso
tentar compreender em uma canção
que diabos significa tudo isso?

Porra eu devo estar louco
ou sofrendo de uma séria depressão
o mundo meio que encolheu um pouco
após minha alucinação
E o que achava ser filme de comédia
ou um programa muito besta
Era um sinal de tragédia
Dos fins dos tempos e da incerteza
Pobre apresentador do fim do mundo
mal sabe ele o prefacio que fizera
anunciando ter visto o futuro
como se estivesse nela
O principio de toda causa é a consequência
e com certeza ele não sabia disso
porém ao mesclar Deus com ciência
a resposta realmente não fez muito sentido

e que diabos significa tudo isso?
Ou melhor que porra tenho haver com isso?

Descolado da sociedade
em uma certa manha eu tive uma visão
não melhor coisa é verdade
porém me trouxe uma série de alucinação
Perdi minha garota e minha família
grande coisa quem viu o paraíso
diante de minhas poucas escolhas
eu escolhi seguir sozinho
e rumo ao deserto
eu pude refletir
isolado num campo aberto
finalmente entendi
O que diabos isso é para mim?


Agora tão claro quanto cego na escuridão
eu vejo e reflito minha cegueira
sim é uma metáfora para minha alucinação
mas exemplifica bem minha certeza
e tão bem quanto eu estava
antes de se tornar um vagabundo
caminhei até a praça
pregar o fim do mundo

Simples ideia
no entanto idiota demais
que ouviria sua palestra
quando o tempo não importava mais
Não adiaria dizer o como seria
se entender o porque
qualquer jeito tanto faria
o fim estava pra acontecer
O paraíso virou o inferno
através de um programa de televisão
Num futuro tão certo
como a certeza de que certeza é a razão

O que diabos isso significa?

Com cartazes escroto
e letras toscas
Descrevi o mundo louco
com palavras loucas
e ainda que fizesse lógica
numa mente tão insana
que sentindo teria anunciar a derrota
sem que houvesse nenhuma esperança?
O fim estava acontecendo
e o cara da televisão já falou
o que eu estou fazendo
Falando do que não mudou?
Não poderia ficar ali em pé
dizendo palavras idiotas
sei que não tenho motivos para fé
mas ao menos mereço fazer logica
então vou pregar o amor absoluto
ainda que o nada seja o absoluto
Talvez alguem se sinta seguro
e assim fará mais sentido meu absurdo

E talvez o ultimo sentimento
Antes do fim dos tempos
Revele a certeza sobre o firmamento
e eu me sinta feliz com esse momento
uma vez que eu perdi minha garota
uma vez que eu perdi minha família
eu prego essa minha ultima escolha
afim de um ultimo momento de alegria
de vida,

E talvez  amanha quando eu acordar
tudo seja um sonho
e eu possa enfim relaxar
sem me preocupar com o quando
dormirei em paz ao perceber
que tudo era minha imaginação
e talvez eu possa voltar a viver
sem assistir televisão
Maycon Batestin
Enviado por Maycon Batestin em 10/10/2006
Código do texto: T261051
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maycon Batestin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
2635 textos (106072 leituras)
3 e-livros (207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:40)
Maycon Batestin