Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

XOTE DA CASA PRÓPRIA.


Manoel Lúcio de Medeiros.


I
Meu Deus do Céu, no meu Brasil a economia não tem plano!
Meu Deus do céu, no meu país tudo se faz por um engano!
E o povo sofre, é inflação, é recessão sem acabar,
E a casa própria, cada vez mais fica difícil pra financiar!
Meu Deus do céu, e o salário cada dia se acabando!
Há desespero, há violência, muito crime e desengano!
Quanta riqueza, mas não se vê alguém para administrar!
Há tanta terra, mas muita gente sem lugar para morar!

Coro
Ai meu Deus do céu, como é difícil ter uma casa no Brasil!
Eu vi no banco a fila dá mais de um mil, de gente em pé,
Querendo uma casa comprar!
Ai meu Deus do céu, no fim de tudo eu só vi decepção,
Dinheiro curto no banco não tem vez não!
E eu voltei mais uma vez pro aluguel.

II
Meu Deus do Céu, o meu Brasil parece até um paraíso,
Há tanta terra, tanta riqueza, mais o povo é sempre liso,
Gente sem terra, que luta pelo seu cantinho de morar,
Mais não consegue, pois é expulsa mesmo antes de chegar!
Meu Deus do céu, e a reforma agrária sempre se adiando,
Enquanto isto, no povo o ódio cada vez vai aumentando!
E o político, promete tudo e pede voto pra ganhar,
E quando ganha, desaparece e ninguém pode achar!



Direitos autorais reservados.





Malume
Enviado por Malume em 15/10/2006
Código do texto: T264884
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16875 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:27)
Malume