Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eterno - Parte II - Rebento

Estes dois poemas foram transformados em uma única canção por um poeta e compositor amigo. (César Augusto Túlio Tucci)


Eterno

Tornaste eterno em mim o teu olhar tão doce
A tua mão amiga que me guiava sempre
Onde quer que eu fosse
Perpetuaste em minha alma o teu sorriso
E enquanto eu existir existirão teus braços
Teu abraço amigo afugentando a dor e o perigo
E ainda terei sonhos pra sorrir
Porque onde quer que eu vá, tu sorrirás comigo.

Rebento

Brotou da Luz do olhar
Atravessou tímido o sonho
Pra crescer nas veias em clamores de amizade
E eis que veloz, vibra e serpenteia
Iluminado amor
Fadado à eternidade.
Sônia C Prazeres
Enviado por Sônia C Prazeres em 24/10/2006
Reeditado em 14/02/2007
Código do texto: T272106

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Sônia C. Prazeres www.soniaprazeres.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sônia C Prazeres
Santos - São Paulo - Brasil, 59 anos
178 textos (8564 leituras)
15 áudios (1757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 00:59)
Sônia C Prazeres