Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fonemas

Não há aqui outro lugar
Que tenha alegria maior
Que os outros têm
Em ver a gente na pior
E ninguém sabe por quê
E pra quem o tempo corre
A gente vive rápido,
A gente morre sem saber
Mas tenta aprender a vida toda
Como viver com alegria
Não apostamos em nós mesmos
Esperamos a loteria

Nós somos um ponto
Pequeno no universo
Uma virgula num texto
Um fonema num verso
Não podemos mudar o mundo
A não ser que se pense
Que ele, somos nós
Pois um conjunto de fonemas
Pouco a pouco forma uma voz

Como esperar
Que os raios atinjam as pipas
Se nem ao menos as colocamos pra voar?
Nada é tão fácil como parece
Mas, o que é difícil
Só é difícil, nunca impossível será

Como esperar de quem só espera?
Fica sentado num meio fio
Esperando um trem passar
Sem saber que os trens que espera
Já não mais saem do lugar
É mais útil ir ver suas ferrugem
E tentá-las consertar

Nós somos um ponto
Pequeno no universo
Uma virgula num texto
Um fonema num verso
Não podemos mudar o mundo
A não ser que se pense
Que ele, somos nós
Pois um conjunto de fonemas
Pouco a pouco forma uma voz.
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 07/11/2006
Código do texto: T284608

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:30)
Andrié Silva