Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A Sociedade do Poeta Morto

Deixe as armas
E vá saindo
Sem cicatrizes
Sem ser ferido
Não diga nada
Como não digo
A corda está fraca
Estás caindo

Menino
Das letras grandes
Dos dedos falantes
Do papel impuro
Calado
De agora em diante
As letras não mais
As letras não mais

Deixe as roupas
O vôo das almas
Espalha as folhas
Bagunça a casa
Peito rouco
Voz rouca
Acenda a luz

E parta feliz...

Menino
Das letras grandes
Dos dedos falantes
Do papel impuro
Calado
De agora em diante
As letras não mais
As letras não mais...
Dio Lenno
Enviado por Dio Lenno em 21/11/2006
Código do texto: T297353

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dio Lenno
Macapá - Amapá - Brasil, 31 anos
211 textos (12930 leituras)
3 áudios (311 audições)
1 e-livros (4 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:27)
Dio Lenno