Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Que mata de saudade

Elen que nem me corta os cabelos
Tira a minha força mesmo assim
Que nem me toca e fere
Mas me mata dentro de mim
Consome meu corpo em saudades
Como se fosse algo ruim
Mas é nada mais que minha vontade
De a saudade logo ter fim

Quero você num abraço
Como se tudo fosse falar
Como se me amasse no amasso
E morreria de tanto gostar
Vivo a vida de vida e morte
Morro em vivo plenamente
Quase morro de carência
Mas logo muito vivo de contente

Elen que nem me corta os cabelos
Por eles serem curtos demais
Aos dela eu sempre quis tê-los
As cores de artista dos lábios aos olhos
E nem sei o que mais admirar
Não sei se olho a própria manhã
Ou somente você acordar

Consome meu corpo em saudades
Como se fosse algo ruim
Mas é nada mais que minha vontade
De a saudade logo ter fim
Andrié Silva
Enviado por Andrié Silva em 29/11/2006
Código do texto: T304865

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Andrié Keller ( baadermeinhofblues@hotmail.com ) Brasil - http://www.recantodasletras.com.br/autores/andrie). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Andrié Silva
Salvador - Bahia - Brasil, 27 anos
912 textos (98437 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:53)
Andrié Silva