Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conexão favela

Minha voz ficou na serra
Minha amada num colchão
Minha casa é mancha branca
No marrom do meu sertão

Paredes rachadas
Filhos no terreiro
Luz de candeeiro
Minha fé se foi

O céu estrelado
Indica uma luz
Que dia após dia,
A tristeza me induz.

Pra longe, nalgum lugar.
Pra se mudar um destino que zomba
Cidade grande agora é o quilombo
Pé de serra agora é favela
Não sou mais quem sempre era
Criança no sinal, na praça é fumaça.
É sina, é desgraça que ronda.

Pegar no pesado nunca foi demais
Troquei a enxada e o cavalo e por pás
Não há mais cachorro o cachorro sou eu
E as crianças sobem e descem o morro
Com as tralhas que o rico lhes deu
Se eles são obrigados, não sei...
Mas meus meninos são gente boa!
Edbar
Enviado por Edbar em 02/12/2006
Reeditado em 29/12/2007
Código do texto: T307571
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edbar www.recantodasletras.com.br). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edbar
Recife - Pernambuco - Brasil, 66 anos
2960 textos (85648 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 10:33)
Edbar