Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Paródia Hino Nacional

*Em nenhum momento quis fazer zombaria com o nosso Hino Nacional. Apenas refazê-lo, deixando-o mais fiel a nossa realidade.

Ouvimos de Brasília, e os olhos plácidos,
De um povo falso o urro degradante,
E o sol da honestidade, em dor profunda,
Ruiu do céu da Pátria nesse instante...

Com o clamor à falsidade,
Conseguiram nos trair com lábia forte.
Em teu seio, ó Sociedade,
Tantas flores exalando a nossa morte.

Ó triste Pátria,
Ainda amada,
Salve-se! Salve-se!

Brasil, um contra-senso, um raio vívido
De pena e desalento o orgulho desce.
Se em teu formoso céu impera a renda,
A imagem do altruísmo esvanece.

Bonito pela própria natureza
Tornou-se negro, em cinismo colosso,
Na tua história não vejo grandeza...

Terra comprada,
Como outras mil,
Estás, Brasil,
Em derrocada!

Aos filhos deste solo és mercantil,
Puta que nos pariu!

Deitado eternamente em beijo alheio,
Não sabe amar um solo infecundo.
Estupras, ó Brasil, seu povo e berras:
— Que aqui lugar melhor não há no mundo!”

És a Terra mais vendida!,
Em teus vastos, agros campos gemam dores.
Serás sempre esta ferida?
Vida tal que assassina os sonhadores...


Ó triste Pátria,
Ainda amada,
Salve-se! Salve-se!

Brasil, podes ainda ser um símbolo
De luta, se seu povo indignado,
Bradar a eles “Chega!”, e os olhos fúlgidos:
— Futura Terra!, e terra no passado...

Feriste a justiça e a queres forte?
Verás que forte é, se houver conduta!
Não temas, se te armas, quem é a sorte?
 
Terra sonhada,
Entre outras mil,
Tão pueril
E imaculada!

Mas no presente ainda és um covil,
Triste Pátria,
Brasil!

Vinícius Mahier
Enviado por Vinícius Mahier em 30/07/2011
Reeditado em 30/05/2012
Código do texto: T3127693

Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Vinícius Mahier
Campo Belo - Minas Gerais - Brasil, 19 anos
4 textos (10269 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 31/10/14 12:19)
Vinícius Mahier



Rádio Poética