Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NO SILÊNCIO

ESPERO ACORDADO E VEJO O SOL NASCER
É TÃO FÁCIL PERCEBER QUE NUNCA ESTIVE SÓ
E QUE NENHUM DE NÓS TEM A VIDA INTEIRA PRA ENTENDER
QUE ELES CONSOMEM O SEU TEMPO E GASTAM O SEU DINHEIRO
PRA TE FAZER SOFRER
VENDEM SUA LIBERDADE E CONTROLAM SUA ANSIEDADE
SÓ PRA TE VER PERDER
ENTÃO TE LARGAM NO ESCURO E FICAM EM CIMA DO MURO
E NEM SABEM PORQUE
ELES NEM SABEM PORQUE
SEI QUE OCUPARAM MINHA VIDA E NÃO DEIXARAM SAIDA
MAS SE ESQUECERAM QUE EU ÉRA APENAS SEU
SOMENTE O QUE VIVEU

ERREI, MAS PAGUEI PRA VER O SOL NASCER
PORQUE A VIDA É CURTA PRA ENTENDER
ERREI, MAS PAGUEI PRA VER O SOL NASCER
NO SILÊNCIO QUE MACHUCA A ALMA E AJUDA VER
QUE O CARA DE PAU INDUZ AO MAL
A MENTE FRACA QUE BALANÇA, MAS NÃO CAI
ELA SE PERDE EM SEUS PRINCIPIOS CENDENDO AOS VÍCIOS
PASSANDO ACHAR TUDO NORMAL
RASTEJA EM BAIXO ASTRAL
PRA MIM NÃO É NORMAL
SE A ESSÊNCIA É A VIDA
ENCONTRARAM UMA SAÍDA
NO LABIRINTO DE PORTAS QUE FICARAM PARA TRÁS
QUANDO SE PROCURA E NÃO ACHA
E A FÉ ACABA
DESTRÓI SUA AUTO-ESTIMA
E TE DEIXA NO NADA
NO NADA É SÓ VOCE.

FIM
Bach
Enviado por Bach em 20/07/2005
Reeditado em 01/09/2008
Código do texto: T36083

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bach
São Paulo - São Paulo - Brasil, 39 anos
32 textos (1452 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:41)
Bach