Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A mulher que destruiu a história


Mas dê uma chance querida
Antes de ir embora,
Ora, toda a originalidade foi perdida
Mas ainda temos boas histórias
A culpa não foi minha
Pelas palavras que te tocaram
Disseram o mesmo sobre a poesia
Embora nunca de fato falaram
Mas dê uma chance querida
É só uma pessoa no lugar errado
Fato, é que a gente ainda acredita
Em tudo o que é nos falado

Porque na turma dela
Ela era a Mônica e eu o Cebolinha
Todas as Cinderelas
Eram princesas bandidas
Assim, como os príncipes foram enganados
A história havia sido outra
De quem falava errado e quem mandava nas pessoas

Dê uma chance querida
Ela só não sabe o que tá fazendo
A originalidade é uma mentira
Assim, como tudo o que ela está dizendo
A culpa não é das consoantes
Que eu troco quase todo o dia
É mentira, dizer a todo instante
Como devemos levar a nossa vida

Porque na turma dela
Ela era a Mônica e eu o Cebolinha
Todas as Cinderelas
Eram princesas bandidas
Assim, como os príncipes foram enganados
A história havia sido outra
De quem falava errado e quem mandava nas pessoas

E antes de ir embora, querida
Dê uma chance para a nossa história
Diga que foi a droga que a viciou numa rotina
De contar parábolas idiotas sobre
Príncipes e princesinhas
Eu só quero a minha chance
De contar a minha versão
Outrora era elegante falar que se tratava de uma educação
Maycon Batestin
Enviado por Maycon Batestin em 23/08/2007
Código do texto: T620329
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Maycon Batestin
São Paulo - São Paulo - Brasil, 32 anos
2643 textos (107985 leituras)
3 e-livros (207 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 02:23)
Maycon Batestin