Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LIBERDADE FAJUTA

Mil, oitocentos e oitenta e oito com exatidão...
No dia treze de maio dizem: Acabou a escravidão!
Pensei que isso fosse verdade, pensei que isso fosse verdade...
Pensei que isso fosse verdade, mas não é não!

Vou lhe provar agora que a escravidão não acabou...
E que a liberdade tão almejada pouca gente conquistou!
O resto é tudo escravo, o resto é tudo escravo...
O resto é tudo escravo, eu também sou!

Sou escravo de um sistema totalmente errado...
Onde os governantes e a incompetência andam lado-a-lado!
Empresários e políticos, senhores dessa senzala...
De liberdade fajuta: BRASIL!

Vejo a liberdade pregada nos meios de comunicação...
Quando a realidade é a mais negra e absoluta escravidão!
Pra construir o futuro nessa onda de horror...
Só mesmo indo embora pro exterior!
Antonio Alves
Enviado por Antonio Alves em 28/08/2007
Reeditado em 26/03/2008
Código do texto: T627517
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Antonio Alves
Serra - Espírito Santo - Brasil, 55 anos
4710 textos (116437 leituras)
10 áudios (3165 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 23:49)
Antonio Alves