Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

LAMENTO

É MEIA-NOITE
A CHUVA CAÍ,
O QUARTO FRIO
NEM LEMBRAS MAIS.
MOMENTOS QUE PASSEI CONTIGO,
AMORES CORAÇÕES FERIDOS,
UM AREMESSAR DE CORAÇÕES.

O BARULHO DA CHUVA LÁ FORA
ME ACORDA E FAZ-ME VER.
CADÊ VOCÊ, CADÊ VOCÊ.

FICOU NO BALANÇO DO MAR,
NO VENTO QUE SOPRA A AREIA,
NAS MÃOS DE QUEM VIVE A NINAR
O FILHO QUE NUNCA SILENCIA.
NOS OLHOS DE QUEM VIVE A ESPERAR, A VOLTA DA SUA MAGIA.

É MEIA NOITE ,,,,,,,,,,,,,,


Ecila Yleus
Enviado por Ecila Yleus em 06/09/2007
Código do texto: T640818

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Ecila Yleus). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Ecila Yleus
Recife - Pernambuco - Brasil, 65 anos
328 textos (10453 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 16:50)
Ecila Yleus