Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Póstere!

Teus lábios vertem mel
E os meus lábios sangue
Como em sangue se faz meu peito!
O meu destino,sei
É feroz
A solidão meu algoz mais cruel.

Eu não consigo manter
Meus pés no chão
Eu não consigo entender
O porvir do meu coração.

Só dor... só dor... só dor...
Não sinto mais nada
Só dor... só dor... só dor...
Lâminas de escárnio em mim Enterradas!

Faces de anjos no teto
Olhos vermelhos no escuro
Disputam céu e inferno
Um espaço mudo

Um vaso onde já não jaz
Vida ou sanidade
Apenas flores plásticas
Somente lembranças
Que não perderá jamais.
Arkangellus
Enviado por Arkangellus em 06/09/2007
Código do texto: T640828
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Arkangellus
Natal - Rio Grande do Norte - Brasil, 30 anos
66 textos (14818 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:35)
Arkangellus