Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SINA de VAMPIRO

Seo Antonio era dos bons bom
marido e bom pai,
criou o filhos no sagrado
e no sacro valor do trabalho,
a mulher o amor no amor
pela velhice,
mas aconteceu nas noites claras e secas
desaparecer sumido de cheiro e de sombra.
Seo Antonio temia temente do Olho do Deus
mas o que fazer quando o espírito e a natureza
se encontram na sombra e no sangue?
la la i ê vampiro é cego embaixo do sol
cão danado precisa da Lua
como o peixe d'água fresca.
Seo Antonio respeitava o próximo
quando o próximo era vivo,
ele também, Seo Antonio um dia
já viveu, e vivo, ao Deus servia
mas já se faz um tempo que o Tempo
mergulhou na poeira que de vivo
virou imortal pela escuridão,
la la i ê, mas Antonoi viveu
fruto do sangue e do medo
sonhando com a morte
desde o dia em que morreu.
Sina de vampiro é passar longe do fogo
porque o fogo chama o sol e Antonio
vai pelo mundo depois de ver a descendência
desaparecer, la la i ê vampiro
em noite de lua cheia
é um menino soltando pipa.
Mesmo assim Antonio sonhava
o Paraiso sonhando acordado
o sonho de voltar a viver,
porque vivente desencarnado na morte
desperta para a solidão no horror
de não sendo do mundo estar longe do céu.
Eriko y Alvym
Enviado por Eriko y Alvym em 19/09/2007
Código do texto: T659146

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (ERIKO ALVYM e www.erikoalvym.zip.net). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Eriko y Alvym
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1307 textos (32698 leituras)
8 áudios (1072 audições)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 05:41)
Eriko y Alvym