Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PÁSSARO SEM ASAS

O negro amarrado ao tronco
Sofrendo com tanta dor
O negro olhou pro céu
Perguntou ao nosso senhor
Por que tanto sofrimento,
Será eu merecedor,
De viver nesse tormento,
De passar por tanta dor

Arrancaram-me de Luanda
Roubaram minha liberdade
Há muito tempo que não sei
O que é felicidade...

Eu perdi a liberdade
Perdi mãe, mulher e filho
Perdi minha dignidade
Meu olhar perdeu o brilho
Chibatadas eu agüento
E maldade do feitor
Só não agüento a saudade
Do meu filho, do meu amor

Eu não sei por quanto tempo
De saudade vou sofrer
Mas se eu não voltar pra Luanda
De saudade vou morrer
Feito um pássaro sem asas
Arrancado do seu ninho
Em meio a tanta tristeza
Morro bem devagarzinho
    (CÁSSIA DIAS)

NOTA: CHULA DE CAPOEIRA DE ANGOLLA

Cássia Dias
Enviado por Cássia Dias em 28/09/2007
Reeditado em 28/09/2007
Código do texto: T671666
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Cássia Dias
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
418 textos (48130 leituras)
71 áudios (16748 audições)
9 e-livros (592 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 06:08)
Cássia Dias