Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

"Limite"

nada no mundo
pode desfazer esse encanto
a verdade é que ela existe
a única verdade
é que sem ela
eu sou triste
e por isso eu canto.

ah eu queria tê-la
agora em meus braços
ah como eu gosto de cantar
eu canto só para justificar
os meus fracassos.

nada de novo
pode alegrar meu coração
a verdade é que ela passa
a única verdade
é quem sem ela
não tem graça
nenhuma canção.

ah eu queria tê-la
agora  ao meu lado
ah como eu gosto de cantar
eu canto para não ficar
muito frustado.

Nada que brilhe
pode acender minha vida
a verdade é que está escuro
a única verdade
é que só ela
juro
pode iluminar a saida

ah eu queria estar
nos seus planos
ah como eu gosto de cantar
eu canto só para embalar
os meus sonhos.

nada que levite
pode me tirar desse abismo
a verdade, é o meu limite
é minha obsessão
que só ela, mesmo
pode me dar a mão.

Ah eu queria tê-la
no meu caminho
ah como eu gosto de cantar
eu canto só para não ficar
sozinho...
Zeca Devebec
Enviado por Zeca Devebec em 15/10/2007
Código do texto: T695235

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Zeca Devebec
São Paulo - São Paulo - Brasil
77 textos (4920 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/10/17 22:21)