Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Sábado é dia de?

|_|CINEMA_|_|
|_|_|_S_|_|_|
|_|_|_C_|_|_|
|_|_|_U_|_|_|
|_|_|_R_|_|_|
|_|_|_I_|_|_|
|_|_|_N_|_|_|
|_|_|_H_|_|_|
|_|_|_O_|_|_|
|_|_|_|_|_|_|
|_|_|_|_|_|_|

 \\=======//
  \\=====//



DESFECHO:

Choveu... Choveu... Choveu...
Atrasou... Choveu... Choveu...
Esperei... Alagou... Me molhei.

O cinema eu tentei
Você? Claro também!
E ninguém se encontrou
O Pedrão resolveu
Abrir a torneira no céu
Fez o trânsito parar
E como não bastasse
Somente pra piorar
O ABC parou também
Não vi minha querida
A ruiva também não me viu
Vá pra puta que pariu!
Esses piscinões infernais
Todos mero engano. E haja canais
Já sei qual é a solução
Alugar meu avião
E não depender
De coletivo algum
Vou comprar meu helicóptero
Submarino, Jet Sky ou moto
Pra não ficar nessa ânsia
M A L E D I T T A!
Com vontade de te ver    
José Luís de Freitas
Enviado por José Luís de Freitas em 25/11/2006
Reeditado em 25/11/2006
Código do texto: T300889

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
José Luís de Freitas
Diadema - São Paulo - Brasil, 32 anos
466 textos (177535 leituras)
28 áudios (28223 audições)
1 e-livros (111 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 18:30)
José Luís de Freitas