Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma festa no coração...

O Natal se aproxima e começa a  fazer das  suas.
Não o Natal propriamente  dito.
Mas a  idéia geral que prevalece em alguns lugares  distintos.
O comércio , a mída e  tudo  o que o envolve  estão vindo mais cedo?
Pelo que  notei, desde o início de novembro!
E dão  a certeira  idéia de  união,
confraternização, perdão ...
tudo  com ão, assim grandão e  bom.
 
Sempre o valor real do Natal, não discuto. A festa religiosa  é linda.Sempre!
 
Ano passado,antes desta noite chegar ,fui  ao supermercado de ultima hora,  quase no fechamento ,  buscar  alguma coisa  que faltava  para um prato final e a moça no caixa,
ao passar  minha compra , olhou-me e falou:
 -  Ai Jesus,  tá chegando , tomara  que passe logo...

E começou a chorar. Um choro silencioso onde  as lágrimas  caiam naturalmente .
E  ela enxugava querendo escondê-las. Não ousei perguntar o motivo mas  sinceramente
nem precisava. Tão  fácil de  descobrir... Melhor não ir fundo para não ferir.
Disse-lhe algumas palavras que saíram com bastante dificuldade de minha garganta amarrada .
Estas lágrimas  seriam pela  falta de alguém que se foi?
 Pelas saudades de outros natais?  Pela impossibilidade de se sentir feliz numa data  tão especial, onde  a alegria, os presentes  ,as trocas carinhosas ,
os amigos e parentes em mesa enfeitada  farta e posta  são  tão essenciais?
Ou obrigatórios? Seria tudo isso junto. Pois sim.

Acabam nos impondo a  necessidade da alegria e da felicidade,  da união e tudo-o -mais- que-perfeito  .
E uma grande maioria se perde nessa
obrigatoriedade-sem-sentido . Desalmados  rigores  sociais , provocando  regras e formas
de  comportamentos  numa sociedade  manipulada  por condicionamentos que nem sempre nos entristecem .
Claro que não!
Mas ,muitas vezes,  podem nos incomodar  sim , principalmente se formos sensíveis, se estivermos  em perdas . E muitos estão.
 
Aos que  sentem esta  terrível  opressão , se atentem para a pureza  da data   , se  auto - protejam da comercial  manipulação. Resistam alegremente aos
artifícios mais  exuberantes , com uma tendência ao falso , ao consumismo  repetitivo e extenuante.  Elevem a sua alma a Deus-menino.Apóiem-se na  Sua força e  na Sua compreensão.No renascimento  de almas , no aperfeiçoamento delas.Tentem fazer a festa dentro do  coração , servida em pratos de paciência calorosa  , numa sapiência a ser conquistada  aos poucos,todos os anos.
Grande  boa  vontade embrulhada em papéis coloridos de aceitação.
 
Paz  , saúde e  prosperidade, irmão!
 
nov-2006
luferretti
Enviado por luferretti em 28/11/2006
Reeditado em 28/11/2006
Código do texto: T304070
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
luferretti
Limeira - São Paulo - Brasil
367 textos (13119 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 17:40)
luferretti